Blog

Por que o mercado necessita tanto de educadores executivos?


15/05/2019

Um líder pode ter qualidades e expertises únicas, mas é muito difícil dizer que  possui todos os conhecimentos necessários para gerir uma empresa. Podemos fazer várias coisas ao mesmo tempo, mas foco nós só temos um, por isso é natural dominarmos mais uma área do que outras.

Você pode ser um líder bastante comunicativo, com grande facilidade para fechar negócios (perfil comercial), porém encontra dificuldades para dar  feedbacks aos seus funcionários e/ou não percebe quando eles estão desmotivados. Você pode ser um líder que busca sempre trazer novos desafios para sua equipe, reconhece as qualidades e deficiências dos seus colaboradores, tenta ensiná-los a superar as dificuldades, porém não sabe nem por onde começar quando o assunto é planejamento estratégico.

O fato é: ninguém possui todas as habilidades consideradas ideais para fazer uma empresa prosperar. E essa não é uma notícia ruim, afinal é graças a isso que existem cursos, palestras e mentorias para ajudar líderes e profissionais a desenvolverem novos conhecimentos e habilidades.

GESTÃO

Como eu disse no artigo anterior, a má gestão pode ser um problema no seu negócio. Você já analisou por esse ponto?

Deixe-me trazer algumas informações: segundo o Sebrae, atualmente existem 6,4 milhões de estabelecimentos ativos no Brasil. Desse total, 98% são micro e pequenas empresas (MPE) e elas são responsáveis por 52% dos empregos com carteira assinada no setor privado (16,1 milhões).

Muitos brasileiros enxergam aí uma oportunidade de serem “donos do seu próprio negócio” – e isso é muito bom, claro. No entanto, nem tudo é positivo nesse cenário: uma em cada quatro empresas no país fecha antes de completar dois anos de atividade.

Os motivos para isso são diversos e envolvem tanto fatores externos (como crise na economia, por exemplo), quanto problemas internos. O fato é que o mercado passa por constantes transformações e, para se prevenirem de possíveis ameaças, as empresas passaram a buscar por profissionais que possam orientá-las nesse sentido.

É aqui entra o trabalho de um educador executivo!

O educador executivo é o profissional que compreende o contexto de dificuldades e ameaças que uma empresa passa e possui a metodologia e as ferramentas necessárias para apoiar as organizações dentro desse cenário.

Eu atuo há mais de uma década nesse ramo, muito antes da profissão de “educador executivo” ser reconhecida pelo mercado. Durante esse período, eu pude testar métodos e estratégias de negócios capazes de resolver os problemas das empresas com as quais trabalhei – e que atualmente replico em diversas outras organizações.

A demanda é grande! Isso porque a área carece de profissionais qualificados e as empresas necessitam cada vez mais de um educador que saiba mostrar onde elas estão falhando e, principalmente, o que elas devem fazer. Atender a essa necessidade, unindo a oportunidade de carreira que você pode construir, é o “match” perfeito!

No próximo artigo explicarei como você pode se tornar um educador executivo e quais são as atividades e responsabilidades dessa profissão. Não deixe de ler outros conteúdos aqui no blog também!

Até breve!

Um abraço,

Alê Prates.

Comentários