Blog

O valor de um QI


15/10/2019

Muitas pessoas me perguntam como eu consigo fazer mais de 100 palestras por ano, há quase 5 anos consecutivos. Como vocês já sabem não sou famoso, nem influenciador digital, muito menos reconhecido por onde passo, mas, como eu consigo obter resultados tão expressivos com meu trabalho?

Neste artigo vou contar, provavelmente, a maior verdade que você vai me ouvir falar sobre palestra: QI = QUEM INDICA, quem indica para um trabalho numa empresa, quem indica para um cargo. No mercado de palestra o QI tem uma conotação completamente diferente, pois nem mesmo o seu melhor amigo do mundo, seu pai, sua mãe, a pessoa que mais te ama nessa vida vai te indicar para um trabalho se ela não confiar na sua entrega. 

Certa vez fiz uma palestra em uma grande empresa, quem fechou a palestra havia recebido uma indicação minha para palestrante, ela nunca tinha assistido nenhuma apresentação minha e na época eu não tinha grandes vídeos disponibilizados nas redes sociais, essa pessoa me contratou confiando apenas na indicação que ela recebeu. 

Eu lembro que quando cheguei no evento, a organizadora estava muito tensa, quis repassar comigo várias vezes a palestra, o que eu ia dizer e fazer, até no momento que eu segurei suas mãos e disse: calma, eu vou fazer uma grande entrega para você. Subi no palco, fiz uma grande entrega, fui aplaudido de pé, desci do palco e ela me abraçou e disse: Graças a Deus!

Vocês sabem porque ela agiu assim? Era a cabeça dela estava em risco ali. Eu fui o único palestrante do evento, que era super importante, se a palestra não tem uma grande entrega ela é massacrada pelo chefe, líder, por todos que estavam presentes. 

Portanto o QI dentro de uma palestra é diferente. Só indicarão seu trabalho se confiarem nele, se sua entrega for surpreendente e se você efetivamente fizer além daquilo que você foi pago para fazer.  

Não adianta você ter muito dinheiro, muitos amigos, não é isso que vai fazer você rodar no mercado de palestras, o que te fazer crescer dentro desse mercado é você chegar numa empresa e apresentar um trabalho magnífico e quem te contratou ficar tão agradecida que ela vai te indicar nas reuniões de network dela, nos fóruns de discussão quando alguém solicitar indicações.

O QI no mercado de palestras não é proporcional ao número de pessoas que você conhece. Ele é diretamente proporcional a QUALIDADE DAS SUAS ENTREGAS. 

Na minha carreira eu já desenvolvi muitos palestrantes renomados, famosos, gente que está no auge de suas profissões, como técnicos de futebol, atletas, ex-campeões olímpicos, pessoas que são reconhecidas e paradas nas ruas. O que eu sempre disse para cada um deles é: O seu nome e a sua história podem te  levar para cima de um palco, mas, isso jamais vai garantir que as pessoas gostem da sua palestra, te recontratem ou te indiquem para outra empresa. 

Conclusão, as pessoas até vão te contratar porque você é famoso, vão pagar caro, te levar até o palco, você vai entregar uma palestra mediana ruim e quando perguntarem a opinião das pessoas elas vão dizer: Fulano é muito legal, porém, não indico a palestra dele. 

Uma pessoa assim acaba por ter seu mercado de palestra pouco desenvolvido, já que uma empresa que não gosta no seu trabalho não te indica, nem te recontrata, uma hora estagna as opções dentro desse mercado. 

Agora quando você soma nome + uma super entrega + um grande atendimento, você começa a girar nesse mercado, porque além de ser famoso, as pessoas gostaram da sua entrega. 

Não se esqueça: o QI no mercado de palestras significa a qualidade das suas entregas. Minha carreira só aconteceu porque a minha entrega é grande, quando sou contratado por uma empresa, faço um grande briefing, eu personalizo meu conteúdo, chego cedo nos eventos, dou um baita atendimento, sou carismático, faço tudo o que precisa ser feito e quando faço isso as pessoas não só elogiam a minha entrega em cima do palco, mas também minha atenção, a maneira como me dediquei aquele evento, em troca a organização sempre me agradece, me indicam e me recontratam. 

QI é a somatória de algumas coisas: 

  • A entrega daquilo que você faz (seu conteúdo em cima do palco)
  • O quanto você demonstra interesse pela empresa que te contratou (personalização)
  • Atendimento (você tem que respeitar a contratação dando um baita atendimento)
  • Mantenha-se atualizado (quanto mais você reinventar e renovar seus conteúdos, mais as pessoas vão querer te recontratar. Você terá um QI interno e as pessoas vão te indicar, ou seja, terá também um QI externo, isso é ter um verdadeiro QI no mercado de palestras)

Por isso, entenda que o que esses cursos milagrosos vendem por aí é: qualidade em cima do palco, desenhar conteúdo, abertura de palestra espetacular, nada disso vai te render muitas palestras, o que faz isso é trabalhar a sua capacidade de ser indicado. 

Cuide da sua carreira, palestras e entregas que as indicações virão!

Comentários