Blog

Comprometido ou engajado? A pequena diferença que faz toda a diferença


24/09/2018

Qual a diferença entre comprometimento e engajamento e como
entender essa diferença pode transformar sua vida pessoal e profissional.

Para muitas empresas, comprometimento e engajamento são sinônimos.

Desde a divulgação de uma vaga no LinkedIn até a jornada do colaborador dentro da empresa, líderes procuram pessoas comprometidas e com foco em resultados, achando que isso é o suficiente para o sucesso de um projeto ou de uma equipe.

Veja um exemplo de uma vaga divulgada por uma grande multinacional:

Para essa e muitas outras empresas, além de competências e habilidades, o profissional deve ser comprometido e ter foco em resultados.

Mas o comprometimento é o suficiente para que ele entregue o melhor que pode?

Antes de continuar a leitura, conheça a diferença entre comprometimento e engajamento e responda:

 

Comprometimento

  • Fazer por necessidade o que precisa ser feito
 Engajamento

  •  Fazer por livre e espontânea vontade o que precisa ser feito

 

Percebeu a diferença? A pessoa comprometida faz porque precisa; a engajada faz porque quer.

Mas calma! Ter colaboradores comprometidos não é ruim!

A liderança tem papel fundamental na transformação do comprometimento em engajamento. Se ela não estiver disposta a dedicar tempo para ouvir e compreender os anseios do seu time, esqueça! Você terá, no máximo, pessoas comprometidas em seu quadro.

Fazer cada um dos colaboradores entender a importância que sua participação tem no projeto, na equipe e na organização, é fundamental para despertar o engajamento.

Resultado não pode ser o motivo, mas sim a consequência do trabalho.

Uma vez que a empresa e seus colaboradores entenderem isso, a cultura se transforma, o desempenho melhora e os resultados, enfim, são atingidos de maneira orgânica.

Pense nisso!

Seja engajado e receba conteúdos exclusivos, entre para a minha lista vip!

Um abraço e até a próxima!

Alê Prates.

Comentários